domingo, 29 de maio de 2011

Ser de luz



Ser de luz

Pular quando puder pular
Ser de alegria.
Chorar quando tiver que chorar
Ser humano.

Corpo de emoção.
Corpos, sejam de luz
Se abram e sintam
Se unam ao cosmos.

O divino expande
E te transforma
São ondas constantes
em nossos espíritos.

Helô Ribeiro
03/2011

7 comentários:

  1. Que poema lindo Helo

    que sejamos nos todos seres de Luz neah? =]

    Bjuuus

    ResponderExcluir
  2. =D
    Adoro quando você comenta, End...uma prazer saber que gostou!
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Poema com energias boas! ^^ me fez bem.
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Lindo seu poema...
    Aliás todos os que vc escreve né Pirilampa!
    rsrs
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. quee energiia cara *--*
    adoorei. beeeijo ;*

    ResponderExcluir